Longa Envelope

E hoje é sexta!!!

Véspera do Chá… Estamos correndo muito para deixar tudo pronto para vocês!!

E hoje o blog estará movimentado!! YaY.. Ao longo da tarde estarei publicando mais looks, com peças que estão esperando por vocês amanhã!

Saia Longa Envelope Pera

O que acharam?  Essa saia veste super bem. No chá será possível encontrar outras cores.

O colar também estará disponível.

Beijos!

Camisa Sedinha e Saia Plissada

Olá meninas!!!

Tudo bem?? Vi que vocês gostaram do look de ontem, mas hoje vou postar esse com as pernocas de fora, pois tem gente que não é fã de uma saia longa.

Camisa e Saia Pera

** Fotos: Felipe Ungaretti

Gostaram do look? Eu amei! Sou fã das cores neutras e gosto muito do contraste da cor escura com a clara… Igual ao look do post.

O colar também estará disponível no Chá meninas. Lindo de morrer né?

Até amanhã!

Beijos,

Thayse

Saia Rosé e Camisa

Oi oi!!

E começou a contagem regressiva para a quinta edição do Chá e por isso estarei postando looks aqui com o que vamos encontrar no sábado!

Camisa e Saia Pera

No Chá estarão disponíveis outras cores das duas peças. O colar também estará a venda!

Gostaram do look? A saia é super confortável e quentinha para dias frios que estão por vir.

Beijos e amanhã tem mais look!

Azul Marinho

Oi Meninas!

Tudo bem? Gostaram do post de ontem? Eu adorei… Quem será a nossa próxima entrevistada?

Hoje o look é da camisa azul marinho. Um tecido menos transparente mas continua assim com a sua leveza. Usei ela com essa calça cor nude que comprei há pouco tempo e não tiro ela do corpo! Combina com tudo!

Camisa Azul Marinho Pera

**Fotos: Felipe Ungaretti

Gostaram do look?

Beijos!

Por Juliana Baron: Thayse Pereira

Como ainda não encontraram um termo para denominar as pessoas que adoram saber sobre o cotidiano das e sobre outras pessoas, não no sentido de inveja ou fofoca, vou me denominar uma about-people-holic. Quem me lê há algum tempo já esta cansado de saber disso, mas pra quem esta me conhecendo pela primeira vez (prazer, Juliana) me explico brevemente. Sempre adorei prestar atenção nas pessoas, fosse no ônibus, em filas. Sempre que estou andando de carro fico olhando pra dentro da casa das pessoas, amo ler biografias (principalmente as auto) e assistir ou ler entrevistas. Adoro sentar e escutar a história de vida de alguém. Enfim.

Nunca parei pra fazer uma análise mais profunda sobre esse meu interesse mas acredito que nós somos um somatório do que vemos, lemos, ouvimos, assistimos e pessoas interessantes, dessas que tenham algo que possa nos acrescentar, de quem possamos tirar um bom exemplo, sempre são bem vindas pra mim.

Então, juntando uma ideia que a Thayse já vem amadurecendo sobre fazer entrevistas aqui no blog e um insight que eu tive numa insônia inesperada esses dias, decidimos começar com uma entrevista dela mesma. Muito provável que uma parte das pessoas que entram aqui, conheçam a Thata e uma outra parte não, acessam o blog simplesmente porque gostam do conteúdo e porque amam as camisas! Mas até pra quem conhece a Thayse, as respostas das perguntas abaixo, podem mostrar um outro lado dessa canceriana, formada em Administração, que quando eu conheci atendia pelo apelido de “Pipoca” e tinha acabado de chegar da Nova Zelândia. Que cresceu entre linhas e confecções e que quando achou que era a hora, largou um emprego estável por acreditar que era tempo de trilhar o seu próprio caminho, fazendo o que realmente gosta: criar!

Então com vocês, nossa querida Pe(rei)rinha:

Tha, é impossível eu começar sem perguntar como você esta se sentindo nesses últimos dias, em que saiu da empresa que trabalhava pra se dedicar exclusivamente à Pera.

Na quinta-feira (primeiro dia sem bater ponto) fiquei um pouco sem saber o que fazer. Aí decidi que era hora de colocar os pés na areia da praia para trocar as energias e desejar que a decisão que eu tomei, nem que fosse a longo prazo, me mostrasse que eu estava correta. A sensação? É boa demais. Tu acordar e ter seu tempo para a produção, comprar tecido sem pressa e cuidar do blog, claro.

Meninas da Audaces!

Mas não deu um medinho assim, um pé atrás?

Claro que deu! Por isso que demorou tanto tempo para eu tomar essa decisão. Mas se não tivermos medo nas nossas escolhas, não teria graça né?!

Pra algumas pessoas entenderem, conta um pouco qual a relação da tua família com confecção e moda.

Minha mãe começou a confecção com 15 anos. Também fazendo roupas em pouquíssimas quantidades. A procura foi aumentando e ela foi aumentando a produção. Com o tempo, ela convidou meu pai para trabalhar com ela. Hoje a Malandru’s já está fazendo quase 30 anos e meus pais continuam trabalhando juntos. Começaram com vendas no varejo, foram pro atacado, lojas para temporada de verão…

Antiga loja da Malandru’s 

E quando tu foi fazer a escolha do curso na faculdade, porque Administração? Já pensava em trabalhar com isso?

Na verdade eu tentei moda e como não passei, não quis ficar muito tempo fazendo cursinhos para tentar passar na faculdade. Aí meu irmão estava fazendo Administração e falou bem do curso. E para influenciar ainda mais a decisão, onde eu fiz a faculdade, o curso tinha habilitação em Comércio Exterior, o que me deixou muito empolgada. Eu tinha acabado de voltar da Nova Zelândia, e tendo conhecido o mundo lá fora, queria continuar nesse ritmo de viajar e ter relações com outros países.

Eu sei que a tua mãe é formada em moda, além de ser uma mulher de super bom gosto. Qual foi a reação dela quando te percebeu criando e querendo viver disso?

Como hobby? Ela gostou muito e sempre me ajudou. Mas a partir do momento que eu comecei a mostrar que isso poderia ser meu emprego de verdade, não tive um apoio muito forte. Quando já não tinha mais para onde correr, ela acabou me aceitando e me apoiando 100%.

Pra gente entender melhor, como funciona a sequência da produção de uma camisa. O desenho do modelo, a escolha dos tecidos, a confecção, acabamentos.

O modelo é pesquisado em sites, blogs, revistas e até em shoppings… Claro, sempre ajustando para um estilo das minhas clientes. Aí, durante a pesquisa, já acontece a escolha do tecido, textura, se será liso, se será estampado. A confecção é o problema. Mas já uso as confecções da empresa da minha mãe. E os acabamentos são comprados junto com os tecidos e na hora a gente vai vendo o que vai combinando.

Dá pra adiantar quais são os novos projetos, no que você esta pensando em fazer agora com a marca que praticamente leva o seu nome/sobrenome.

Para este ano continuo com a Pera do jeitinho que está . Porém, melhorando o que eu não conseguia dar mais atenção antes. Aumentando a frequência dos Chás, melhorando o blog (colocando mais fotos de looks, produção e de tudo um pouquinho). Ainda nesses meses, estou testando alguns outros meios de distribuição para melhor atender as clientes da Pera. Tudo tem seu tempo de crescimento e velocidade.

Você pensa em fazer parcerias no intuito de crescer ou quer trabalhar sozinha?

No momento presente, continuo trabalhando sozinha (e com a minha mãe). Quando houver necessidade de crescer e ter mais gente, por que não?

E como esta sendo conciliar a vida pessoal com a correria do dia a dia. Porque quando decidimos trabalhar como autônomo, tempo literalmente se torna dinheiro.

Boa! Ainda não tenho horários, mas confesso que poder marcar aquele salão às 10h manhã (porque era o único horário que a manicure tinha) não tem preço. Mas estou gostando muito. Ainda mais que o meu lado pessoal, também é importante para a divulgação da marca… Então é quase Pera 24h por dia né!!!

Thayse, repito que estou, quer dizer, estamos, todas torcendo muito pelo seu sucesso!! Que essa sua maior liberdade pra criar, reflita-se em mais camisas, mais satisfações pessoais e maiores resultados!! Com certeza você saberá qual o timing de crescer e fazer com que mais e mais pessoas tomem conhecimento desse seu trabalho fantástico.

Continuamos na expectativa. E por enquanto, na expectativa do próximo chá. Quem quer senha?

Beijo beijo

Sedinha e Couro

Olá meninas,

Tudo bem? Hoje o look no blog é com a camisa tipo sedinha na cor areia! Adoro esse tipo de camisa e acredito que dependendo dos acessórios ela pode ser usada para trabalhar e também para um jantar. Dependendo da ocasião, uma regatinha cor da pele já deixa a camisa mais comportada.

Camisa Pera

**Fotos: Felipe Ungaretti

Gostaram? Essa camisa que estou nas fotos é tamanho G, dá para fazer um estilo diferente e tal por ela ser maior. E usei com essa calça imitando o couro… Adorei a combinação. E vocês?

Beijos e um ótimo sábado!