Tudo que eu amo em Cupcakes!

Oii feriado!!!
Como é bom ter um ferido no meio da semana né? Semana mais curta, renova!

Vocês que estão mais próximas sabem que há um tempo estou com alguns vicios… E nesse feriado bateu a vontade de comer doce, e por que não fazer com a minha carinha?!

Liguei para a Lulu para realizar meu desejo, olha que lindoooo:

20120430-221330.jpg

20120430-221339.jpg

20120430-221353.jpg

20120430-221405.jpg

20120430-221420.jpg

20120430-221413.jpg

20120430-221439.jpg

Instagram, blog e a Pera!!! Tudinho que eu amo e em sabores deliciosos. Lindos né!

Contato da Lu para quem ficou com vontade:

20120430-222339.jpg

Beijooos e bom restinho de feriado!

Escoteira sênior. Lobinha da vida.

Os dias, os anos, tudo passa pelos nossos olhos com uma velocidade indescritível. Um dia você acorda brincando com bonecas e no outro está comprando as bonecas das filhas das amigas. Um dia laçarotes rosa e lilás dividindo o cabelo ao meio, no outro as unhas negras sensualizam o passar de mãos nos fios loiros, cada vez mais loiros. E no fundo, lá dentro do peito, o mesmo coração, os mesmos amores. Aquela tarde inteira sentada no muro da vizinha comendo picolé e falando de meninos, escola, segredos e cinema são sempre os que ficam guardados em uma caixinha chamada carinho eterno. Aquela mesma caixinha que guarda o primeiro beijo, o primeiro acampamento, o primeiro fora.

Porque não abrimos mais vezes essa caixinha? Ela sempre traz a surpresa da lembrança de um momento que achávamos que não existia mais. A surpresa é que ele ainda existe e quando nos mostra isso traz consigo uma energia de mudança, metamorfose, transformação. O sentimento que diz: Vai, pula! Você pode voar. Você carrega aí dentro momentos e pessoas inesquecíveis e isso torna você invencível.

Então foi assim que nos encontramos depois de 10 anos e exatamente na semana do escoteiro! As coincidências da vida… Na casa da Alyssa, que hoje mora em Brasília, em uma outra casa.

Como é possível lembrar de frases inteiras ditas por pessoas que você não lembra mais o nome? A memória as vezes guarda só o que é mais importante. Ela é seletiva. Nomes, idade, brigas ficam de um lado diferente e menos importante que o carinho, as risadas e o sentimento de amizade.

O reencontro do Grupo Escoteiro do Mar Ilhas Guará, nos fez voltar para dias e noites mágicas da década de 90. Quando o acampamento era uma viagem para um universo de descobertas, desafios e coragem. Muito significativo para o meu momento, não? Descobertas, desafios, coragem…

Fraternidade, lealdade, altruísmo, responsabilidade, respeito e disciplina. Se os valores gerados pela proposta de desenvolvimento de um jovem pela Lei escoteira deu certo ou não, não importa tanto quanto ver que estão todos muito bem, lutando pelos seus sonhos e correndo atrás dos desafios de cada dia para tornar o prazer de alcançá-los mais uma preciosidade daquela caixinha de carinhos eternos.

Saudade? Muita! Como não admitir? Quem poderia imaginar que aquela moleca agitadíssima se tornaria na Thayse Pereira da Pera? Como eu poderia imaginar que a vida trocaria minhas cordas, mochilas e colchonetes por sedinhas, veludos, saias… Hoje quem decide se o meu cordão é verde- amarelo, vermelho-branco, lis de ouro é a tendência da moda! O legal é que eles ainda importam pra mim!

Você pode imaginar a vida sem essas surpresas maravilhosas? A nossa correria do dia a dia que invade nossas mentes para nos iludir que sim, nós estamos ditando o que acontecerá passo a passo. Quando você olha para trás percebe que detalhes como um telefonema, um filme, um livro, foi o que mudou suas vontades, seu foco e por fim sua vida.

Em uma barraca no camping ou no quintal com os filhos. Quando e onde o próximo encontro vai acontecer, não importa. O principal reencontro já aconteceu dentro de mim quando descobri que carrego aqui momentos e pessoas maravilhosas. Inclusive eu mesma!

Beijos e uma ótima semana!

Looks no Chá

Olá!!

Hoje vou postar alguns looks registrados no prova prova durante o Chá!!!

20120425-225204.jpg

20120425-225213.jpg

20120425-225224.jpg

20120425-225235.jpg

20120425-225241.jpg

20120425-225248.jpg

20120425-225254.jpg
Gostaramm???

Beijoos e amanhã é sexta e feriadão para quem pode 😉 !!

4 edição do Chá: a pitadinha que faltava para completar a estação

Que delícia esse cheirinho de Pera ganhando as ruas no outono… Agora sim, as meninas podem exibir os modelinhos apropriados para esse clima que pede para o inverno chegar mais cedo. Ai que delicia poder continuar usando o shorts do verão com o charme de uma camisa de manga comprida dobradinha! Os ombros vão sendo escondidos, aos poucos a marquinha do biquíni perde seu valor e as meninas vão aguardando o inverno cada dia mais requintadas.

No ultimo sábado, a 4ª edição do Chá da Pera foi simplesmente uma delícia. Todo o clima de amizade, as pessoas se reencontrando dos chás anteriores, muitas amigas novas e o que foi mais legal: varias meninas vestidas de Pera! Isso foi de mais meninas!!! Muito, muito obrigada pela presença, pelo carinho e pela confiança na marca! O chá foi um sucesso e para não variar vendemos quase tudo!

De verdade, parece que esse encontro era o que faltava para o outono começar de vez. Vocês perceberam a mudança do clima nesse início de semana? Quem não aproveitou a brizinha de hoje para usar sua peça nova da Pera, não sabe o que esta perdendo 🙂

Beijos!

Look

Hello hello!!!

Quase não posto looks meus aqui né… Nesse último final de semana estava inspirada e lembrei de fotografar…

20120422-225352.jpg

20120422-225403.jpg

20120422-225411.jpg

Quem me conhece sabe que sou mais básica e adoro usar camisas… Pera, claro!

Se eu pudesse usava todo dia short + camisa, acho alinhado e confortável ao mesmo tempo!

*Foto 2, camisa Pera de veludo. R$109,00. Em estoque.

*Foto 3, camisa tipo sedinha Pera. R$89,00. Em estoque.

Beijos!

Por Juliana Baron: enquanto te espero…

Por causa da proximidade do casamento, da correria contra o relógio pra entrar no meu vestido de noiva, uma virose do João e uma viagem que fazer no próximo feriado, estou um pouco sem tempo pra sentar e escrever mas deixo pra vocês um texto que escrevi em Outubro de 2009, quando ainda estava grávida do João. Espero que quem esta pensando em ter filho, se inspire um pouquinho.

“Oi filho (agora eu já tenho quase certeza que posso te chamar assim).

Mamãe estava aqui pensando que agora já estamos quase na metade dessa viagem linda que chamam de gravidez. Às vezes me pego reclamando de algumas consequências chatas dessa trajetória, mas no final do dia quando sinto você se mexendo dentro de mim e vejo como a minha barriga está linda e redonda, acredito que tudo vale a pena.

Faltam ainda algumas semanas para nos conhecermos pessoalmente, mas sinto que vamos nos entender muito bem. Já andamos batendo altos papos e mamãe começa a respeitar os seus limites. Às vezes me jogo na correria do dia a dia, ando mais depressa e você já se manifesta para eu ir mais devagar. Quando estou num lugar tumultuado ou resolvendo algum pepino no trabalho, trato de proteger você com as minhas mãos como uma galinha faz com os seus rebentos. E assim vamos filhote, estou aprendendo a delícia de ser mãe.

Todas as noites acaricio você cantarolando músicas calmas que eu gosto e converso com você durante um tempão. Agora papai também está participando desse nosso encontro noturno. Ontem ele confessou que não vê a hora de poder te sentir também. Às vezes acho triste comentar com ele que você está pulando como uma pipoca dentro de mim, pois ele vem com todas as expectativas do mundo tentar sentir também e acaba com um olhar frustrado. Mas tudo tem o seu tempo e esse momento agora é só meu e seu. Já te dou boa noite, bom dia e até te chamo pra ver algumas coisas bonitas também. Levanto a blusa e imagino que pelo umbigo da mamãe você já pode enxergar o mundão que está louco pra te receber.

Ah, filho, está tão gostoso ver e sentir você crescendo dentro de mim. Ficar imaginando com o seu pai como será o seu cabelo, a cor dos seus olhos, as suas mãozinhas. Imaginarmos a nossa felicidade quando nos tornarmos para alguém, a pessoa mais especial desse mundo. Um dia seremos a fada do dente, noutro o coelho da páscoa. Passaremos para você a magia do natal e a expectativa da virada de um ano. Encheremos bexigas coloridas no seu aniversário e te encheremos de beijos naquelas manhãs preguiçosas de domingo.

Tão bom descobrir que o amor é como um elástico que nunca se estica por inteiro. Tão bom ver a bobiça que toma conta dos seus avós e titias quando imaginam você já correndo pela casa.

Às vezes dá medo de presenciar o seu primeiro tombo e de te acompanhar na sua primeira ida ao hospital para costurar alguma coisa. Porque afinal você vai ser um meninão sadio e mamãe vai deixar sim você brincar até dizer chega e correr como se o mundo fosse todinho seu. Já vejo você grande me pedindo conselhos e sofrendo pelo seu primeiro coração partido. Mas enquanto tudo isso ainda está num futuro muito distante, me dou ao luxo de curtir cada fase desse nosso encontro de vida. Hoje aproveito você aqui dentro de mim. Te levo para onde eu quiser e me preparo para sua chegada, afinal a partir do dia em que você nascer, mamãe nunca mais estará sozinha e nunca mais pensará nela em primeiro lugar. É engraçado e temeroso pensar assim, mas sei que depois que eu ver os seus olhos me procurando ao nascer, toda essa abdicação vai ser automática e nada dolorida.

Estamos loucos para sermos as primeiras pessoas que você vai querer ver quando acordar e as últimas antes de você adormecer. Estamos ansiosos para virarmos heróis, cavalinhos, parque de diversões, mirabolarmos histórias diferentes para te contar a cada noite. Vamos ser aqueles para quem você vai correr quando algo te assustar, vamos dar os ombros para você chorar, os braços pra você se pendurar e o colo pra você dormir.

Enquanto você não chega vamos nos divertindo com a sua ausência. Botamos roupinhas e brinquedos na nossa cama. Lemos sobre mamadeiras, amamentação e arrumamos o seu quartinho. Nesse verão vamos botar você pra conhecer a beleza que é passar um dia na praia e a delícia que é chupar um picolé derretido com os pés na areia. Verão que vem você já vai estar alegrando mais ainda os nossos dias ensolarados dando sorrisos sentado na sua piscininha de plástico.

Vamos ficando por aqui Amor da minha vida. Estamos esperando você com muitas coisas boas para te ensinar. Mas venha ao seu tempo, curta esse seu momento que depois tudo vai ser uma festa aqui fora. Com amor, mamãe e papai.”

Agora o meu “bebê” já esta com 2 anos e realmente se fez o Amor das nossas vidas.

Beijo beijo